ATLAS DA ACIDENTALIDADE NO

TRANSPORTE BRASILEIRO

Índice de Gravidade (IG) – índice arbitrado que estima a gravidade do resultado de um acidente em relação ao estado de saúde “mais grave” de uma pessoa envolvida nesse acidente. Não é considerada a quantidade de vítimas. O índice possui 3 categorias:

Pictograma sem vítimas: 1.

Sem vítimas

1

Pictograma com vítimas não fatais: 5.

Com vítimas, não fatais

5

Pictograma com vítimas fatais: 25.

Com vítimas, fatais

25

Forma de cálculo do Índice de Gravidade

Registro do acidente
Quantidade de pessoas envolvidas
Mortas Feridas Ilesas
Índice de Gravidade
1
0 0 4
1
2
0 2 1
5
2
1 2 18
25

Dados meramente exemplificativos.

Índice Médio de Gravidade (IMG) – Índice que permite comparar grupos diferentes de acidentes tendo como parâmetros o Índice de Gravidade (IG) e a quantidade de acidentes conforme a causa atribuída ao comportamento do condutor. Indica, portanto, as causas de acidentes mais letais.

IMG = ∑ IG ÷ quantidade de acidentes

Em 2015 foi disponibilizado o e-DAT (declaração de acidente de trânsito) da PRF para o registro de acidentes sem vítimas. O registro de acidentes, sem vítimas, realizado através do e-DAT resulta em uma queda expressiva no número de acidentes que constam na base da PRF. Para possibilitar uma comparabilidade entre anos com relação à gravidade dos acidentes, o Índice Médio de Gravidade (IMG) é calculado apenas entre acidentes com vítimas que não sofreu alteração no registro junto à PRF como decorrência do e-DAT, ou seja, acidentes com índice de gravidade 5 ou 25.

Quantidade de acidentes conforme grupo de causa

Ultrapassagem
indevida
Desobediência à
sinalização
Ônibus e Caminhões 2.211 2.547
Demais veículos 4.132 7.786

Índice Médio de Gravidade (IMG) conforme o grupo de causa

Ultrapassagem
indevida
Desobediência à
sinalização
Ônibus e Caminhões 5,5 3,7
Demais veículos 5,6 3,8

Interpretação – a maior letalidade dos acidentes está na ultrapassagem indevida em relação a desobediência à sinalização, em que pese a menor quantidade de acidentes daquele grupo. Obs.: para efeitos estatísticos, a PRF distingue ultrapassagem indevida de desrespeito à sinalização.

Soma Móvel – indica a quantidade de acidentes nos 5 km em torno do quilômetro indicado. Exemplo: se no km 150, indicado no gráfico, o número é 88, isso significa que, entre os quilômetros 147,5 e 152,5 da rodovia ocorreram 88 acidentes.

Vítima Fatal– a pessoa que morre no local do acidente.

Vítima Ferida – a pessoa que tem ferimento de natureza leve ou grave conforme a avaliação preliminar do socorrista ou policial.

Ileso – pessoa que não sofreu ferimento no local do acidente.

Ignorado – pessoa sem informação sobre o estado dela no local do acidente. (*) Confira abaixo esclarecimento adicional sobre os ignorados.

Caminhão – todo o veículo automotor acima de 3.500 kg de PBT (Peso Bruto Total).

Ônibus – veículo automotor de transporte coletivo com capacidade para mais de vinte passageiros.

Veículos Classe C – veículos de transporte comercial (ônibus e caminhões).

Veículos Classe A – todos os demais veículos, com exceção dos que são da classe C.

(*) ESCLARECIMENTO ADICIONAL SOBRE OS IGNORADOS

Importante salientar que a partir do segundo semestre de 2015, a PRF disponibilizou nacionalmente o e-DAT (declaração de acidente de trânsito), para efetuar, eletronicamente, o registro de acidentes sem vítimas pelas próprias pessoas envolvidas.

Os registros de acidentes feitos por meio do e-DAT são armazenados em base separada. Em consequência, os registros a partir de 2015 na base utilizada para a construção deste Atlas sub enumeram os acidentes sem vítimas. Para evitar erros de interpretação, muitos resultados apresentados nesse Atlas foram calculados considerando-se exclusivamente os acidentes com vítima, mesmo para os anos anteriores ao e-DAT. Em todos os casos, o leitor do portal sempre será informado se determinado resultado se refere a todos os acidentes ou apenas aos acidentes com vítimas.

Em cada acidente, as pessoas diretamente envolvidas foram classificadas em 4 categorias, segundo o nível de gravidade dos ferimentos recebidos: ileso, ferido leve, ferido grave e morto. Em alguns casos, por diversos motivos, os registros falham em classificar algum dos envolvidos. Estes casos são registrados na categoria Ignorado.

LEGENDAS

CLASSES

Classes - Classe C: ônibus e caminhões.

Classe C: Ônibus e caminhões

Classes - Classe A: demais veículos.

Classe A: Demais veículos

ABREVIAÇÕES
PRF: Polícia Rodoviária Federal
UF: Unidade da Federação
BR: Rodovias Federais
DDS: Dias da Semana
HDD: Horários do Dia
FDD: Fases do Dia